26 de julho de 2010

Aos Cavaleiros da Ordem - O poder da Espada.



Aos Cavaleiros da Ordem – O Poder da Espada

A abertura dos mistérios das espadas é permitida pelos mestres espirituais dos Portais de Libertação, que outorgam seus iniciados, na utilização deste poder, que está em cada ser, através dos seres espadados que nos acompanham.
Ao longo dos tempos, as armas foram e são motivo de apreciação, medo, respeito, sinal de ordem, determinação da lei e também a própria deturpação do que é correto. De maneiras variadas temos que entender que estas armas são a exteriorização do sentido e sentimento do bem e do mal, do que é correto e incorreto, luz e trevas.
As espadas, descobertas na dita era do ferro, onde os homens começaram a forjá-las com a utilização do fogo, foi uma grande revolução, uma abertura de mistérios já existentes no astral. Utilizadas nas guerras, onde os combates eram realizados homem a homem, de forma sangrenta, mas justa. Diferente dos tempos modernos, ou depois da descoberta da pólvora, onde com uma bomba ou outra arma de fogo, ceifa-se várias vidas de forma covarde e cruel.
Em particular, me curvo e honro aos antigos cavaleiros, que com suas espadas empunhadas, iam à luta de forma leal aos desígnios, e metas colocadas em suas vidas. Morrer, defendendo o Rei, para estes cavaleiros era um sinal de lealdade, já que eram defensores da ordem a eles determinadas.
No astral, encontramos estas espadas representando o poder e a lealdade. Empunhadas por seres espadados, levam a ordem de forma justa, defensores dos ditames da lei, estes seres estão em todas as dimensões. Entendemos que estes seres não lutam como normalmente vemos no meio físico e, sim, utilizam-se dos poderes que ecoam no astral através das forças que estas espadas representam. A representatividade pode estar dentro de uma ordem secreta, bem como em ordens abertas, ou seja, estes seres espadados resguardam mistérios que estão ocultos ou abertos a nós encarnados ou desencarnados. Desta forma existem vários seguimentos religiosos, seitas, irmandades, etc. que através dos poderes que ecoam no astral, se beneficiam deste poderoso elemento.
Empunhar uma espada, devidamente consagrada aos mistérios que esta representa, é a extensão do mistério e do poder que a consagrou. Ilimitadamente, podemos utilizá-la, mas com o devido respeito, com o devido preparo, respeitando o representante maior deste mistério, que é sempre um mestre encarnado, que tem em si, o poder de outorgar um iniciado na utilização dos mistérios da espada.
É uma arma, que pode ser duplicada etéricamente, como pode representar também, a espada astral de um mestre espiritual, guia mentor, ou qualquer ser espadado existente em qualquer orbe astral.
A determinação de um iniciado, quando empunha este poder, ecoa em todos os campos dos quais seus mestres astrais podem adentrar ilimitado aos respeitosos dos mistérios da criação e severo aos deturpadores de tais mistérios.
Nos Portais de Libertação, é assim que estas espadas trabalham, respeitando a todos, libertando das amarras negativas os que merecem, equilibrando os desequilibrados, curando os doentes, abrindo os dons adormecidos dos que se iluminam, aproximando seus mestres espirituais, potencializando seu poder mediúnico, entrando nas infinitas dimensões, e, sobretudo trazendo a ordem do Criador sobre os merecedores.
Como muitos dos seguimentos espiritualistas, possuem suas espadas codificadas, tivemos a felicidade de sermos brindados com a espada de um guerreiro, que unificou povos e crenças, que lutou pela justiça e lealdade, Cavaleiro Rodrigo Díaz de Vivar, conhecido como El Cid Campeador. Esta espada representa as forças e poderes dos portais, bem como, todos os seguimentos que se utilizam destes poderes, damos por codificado este mistério para um aprendizado que trás, para os iniciados, a bênção do Criador e o espírito de luta deste sábio guerreiro. Aos iniciados nos mistérios dos portais, fica designado e reconhecido, pelo alto, a todos os que atingirem os graus espirituais dentro dos ensinamentos, como, "Cavaleiros da Ordem". Serão, também, reconhecidos, quando estiverem do lado espiritual, como "servidores sete". Estes graus, ainda, não comentados em profundidade por ordem dos mestres espirituais dos portais.
Nas religiões afro, existe o Orixá Ogum, que dentro de seus domínios utiliza de sua espada para trazer a sua proteção, no Oriente (Japão) reverencia-se aos antepassados, mostra-se o poder dos guerreiros Samurais, que no astral ainda lutam como seres espadados a serviço dos desígnios a eles colocados. Não deixemos de citar os Maçons, que possuem suas espadas representando o grau hierárquico de seus membros e representando os Cavaleiros Templários, fundadores desta ordem. É importante lembrarmos que cada elemento utilizado tem poder, e devemos empunhar nossas espadas com sabedoria, respeito, lealdade e sobretudo, com a determinação e fé no Criador, para que sejam cortados todos os tipos de negativismos de nosso meio, que todos os seres espadados que militam em prol da luz estejam conosco, nos protegendo e abrindo nossos caminhos.
Que a espada da lei seja a proteção de cada lar e estejamos sempre amparados por estes seres de luz.
Saibamos meus irmãos, que os poderes são ilimitados, as espadas que são consagradas pelas forças Divinas, refletem poderes de libertação. Entram em todos os campos da existência. Quando atuamos com as espadas nos trabalhos dimensionais, podemos projetá-la dentro do campo espiritual do assistido, desta forma as energias regeneradoras, purificadoras e desagregadoras estarão atuantes na eliminação de cargas nocivas ao nosso corpo físico e aos campos espirituais que possuímos.
Empunhando nossas espadas, entramos em dimensões, onde os seres que estão no infortúnio, passam a nos respeitar como hierarcas, possuidores de outorgas espirituais Divinas. Não como poderosos, mas, como seres dotados da capacidade de interpretar o grau evolutivo de cada ser e assim, enviá-los a locais onde serão tratados. Que a luz projetada por suas espadas, físicas, elementais, e as espirituais, dos vossos mestres e dos seres espadados, que vos acompanham, possa protegê-los e ampará-los na luz do Criador.
Que assim seja!

Ortiz Belo de Souza Regente Absoluto

Um comentário:

ines disse...

Mais uma mais voce está de parabéns pelo desenvolvimento de seu trabalho! Realmente voce é uma pessoa abençoada por Deus! Parabéns pelo seu livro "Portais a origem" Está fantastico!